Postagem em destaque

Como é o Ministerio Judaico Beth Chofesh?

Pesquisar no blog

Torá ou Lei?


Sabemos que há muitas controvérsias relacionadas à ideia de que a lei de D’us que foi dada a Moisés deixou de ser valida através da vinda do Messias Yeshua. Há também aqueles que dizem ser estas leis apenas para o povo judeu e que os gentios não precisam vivê-las pois estão debaixo da graça.
O problema que vemos aqui em primeiro lugar é a forma a qual muitos cristãos interpretam a Bíblia, pois se esquecem de lembrar que a Bíblia é judaica, escrita por homens de costumes judaicos ,e ainda mais Yeshua era um judeu ,sua pregação era hebraica,o que nos leva a entender que para compreendermos sua fala,precisamos conhecer um pouco da sua cultura .
Yeshua exercia um papel sacerdotal de ensino da torá. Tudo o que ele pregou e ensinou era baseado na lei e nos profetas, o que nos mostra que seu ensinamento não fugiu dos propósitos eternos dados a Abraão, Isaque e Jacó,Moisés  e a Davi. Yeshua não cumpriu a lei para destruí-la(Mt 5:17-18-19) mas para dar luz, dar claridade, ou seja, ele veio interpretar e  nos ensinar como vivê-la.Sabemos que há mais de 613 mandamentos,e eu te pergunto: Yeshua cumpriu todos eles?Claro que não!...Porque existem mandamentos específicos para cada tipo de pessoas. Yeshua não iria cumprir um mandamento que foi dado para uma mulher que acaba de ter um bebe. Ele não cumpriu o mandamento que era dado a uma pessoa leprosa. Yeshua viveu todos os mandamentos que cabiam a ele viver.E por falta de conhecimento do que é a lei de D’us muitos acabam rejeitando-a como se a lei de D’us fosse uma coisa ruim.Precisamos entender cada mandamento,e aqueles que se referem a nós,devemos praticá-los com intensidade.
Os cristãos pensam que a Torá  se chama lei por causa da tradução para o grego .A  Septuaginta traduziu a palavra Torá para a palavra grego nomia ou nomos.Este termo era usado na cultura grega.A torá é um conjunto de instruções entregue a Moisés para que através do povo Judeu ,ela fosse levada as nações como luz e ensino para a humanidade não viver no pecado.A torá sempre existiu  até mesmo antes do homem pecar,porém ela não estava em evidência,porque o homem mantinha um relacionamento perfeito em harmonia com o Pai.No entanto,quando o homem pecou ,ele   precisou da lei para manter um padrão de vida em santidade.
Em 1joão 3:4-7 define o que é pecado:”O pecado é a transgressão da torá(lei).Então uma pessoa que não obedece as leis de D”us é considerada injusta,está em pecado.O homem que é considerado justo é aquele que anda nos padrões estabelecidos na lei de Adonai,e ela funciona para nós como uma cerca de proteção contra o pecado.
Yeshua veio e cumpriu a torá com perfeição,nos ensinando que ele como homem conseguiu vivê-la,nós também podemos fazer o mesmo.
Em Romanos capitulo 2, o Apostolo Paulo(Shaul) nos ensina algo tremendo em relação a lei de D”us.Primeiramente gostaria de deixar claro mais uma vez que a palavra LEI,é uma palavra grega,e que no original hebraico  a interpretamos como ENSINO,instrução,ou seja são os ensinos de Adonai,seu cuidado, um estilo de vida separada para o Eterno.Viver os princípios da tora é ter um modo de vida distinguindo o que agrada ao nosso Elohim.E aqui encontramos Paulo(Shaul) fazendo esta distinção ,pois a lei vem como um suporte,uma cerca que nos protege ,separando-nos de um mundo pagão.Ela não é para salvação,mas para aqueles que são salvos na graça redentora de Yeshua.
Romanos 2:1 “Portanto,não tens desculpas,ó homem,quando julgas,não importa quem sejas;porque,no que julgas a outro,te condenas a ti mesmo,pois praticas o mesmo que condenas.”
Paulo inicia este capitulo falando sobre a penalidade de julgar aos outros,e ele retrata esta condição a todos os homens,tanto os que tem a lei que são os judeus,como os que não tem a lei que são os gentios.E segundo ele seremos julgados mediante o julgamento que fazemos dos outros naquilo que nem nós mesmos praticamos,ou seja,não praticamos aquilo que condenamos nos outros.
Romanos 2:11-13; “Porque diante de D”us não há distinção de pessoas.Todos os que pecaram sem lei, sem lei perecerão,e todos os que pecaram sob a lei,pela lei serão julgados.Porque não são justos diante de D’us os que só ouvem a lei,mas os que a praticam”.
O texto continua nos advertindo que todos os homens serão julgados segundo as suas obras, segundo seu kavaná, uma palavra hebraica ,que significa a intenção do coração.Ora,o que Paulo quer dizer com isso?Que todos os que procuram viver a lei, por ela serão julgados e também serão justificados, e os que não vivem a lei, serão julgados da mesma maneira e sem a lei morrerão,mas a consciência de cada um determinará que tipo de vida viveram.Yeshua nos explica isso muito bem em Mateus 5:18-19  “Porque em verdade vos digo:mesmo que o céu e a terra passem,não será omitido um iod ou um traço da lei,até que tudo seja cumprido.Qualquer que violar um só destes menores mandamentos e assim ensinar aos homens,será o menor no reino dos céus,mas aquele que os cumprir e ensinar será grande no reino dos céus”.
No entanto,o que vemos aqui é que todos judeus e gentios serão julgados pela lei,porque a lei é que nos aponta o que é pecado,e sem lei não há o que julgar ,não há julgamento .Portanto, o judeu tanto quanto o gentio devem viver a lei,pois em l joão 3:3-4 diz “Todo o que nele tem esperança a SI MESMO SE PURIFICA,assim como ele é puro.Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei ,porque O PECADO È A TRANSGREÇÂO DA LEI”.
Romanos 2:14-16 “Porque quando os gentios,que não têm lei,procedem de acordo com ela,servem eles de lei para si mesmos,embora não tenham lei.Pois mostram a exigência da lei gravada em seus corações,testemunhando-lhes também a consciência e seus pensamentos,ora acusando-os,ora defendendo-o”.
Esta é uma obra do Espírito Santo (Ruach Hakodesch) onde vemos em Atos 2 o cumprimento de JEREMIAS 31:33 “PORQUE ESTA É A ALIANÇA QUE FIRMAREI COM A CASA DE ISRAEL APÓS AQUELES DIAS,DIZ O SENHOR;DAREI MEU ENSINAMENTO ENTRE ELES,E SOBRE SEU CORAÇÃO ESCREVEREI,E SEREI SEU D’US,E ELES SERÃO MEU POVO “ .Como também em Miquéias 4:2 “E MUITAS NAÇÕES VIRÃO E DIRÃO:VINDE E SUBAMOS AO MONTE DO SENHOR, Á CASA DO D’US DE JACÓ;PARA QUE ELE NOS INSTRUA EM SEUS CAMINHOS,E ANDEMOS POR SUAS VEREDAS;PORQUE A LEI SAIRÁ DE SIÃO E A PALAVRA DE D’US DE JERUSALÉM ‘.
O que Paulo enfatiza aqui é que muitos judeus talvez sejam apenas ouvintes da tora (em vez de leitores, porque os rolos eram raros e o conhecimento da tora vinha quando eles ouviam a leitura dos rolos em voz alta e os memorizavam.Muitas das vezes a transmissão da tora era feita através do ensino oral.Lembremos que Yeshua ,como rabino,ensinava andando pelo caminho e as multidões o acompanhavam.Ele não levava o rolo da torá em suas mãos,mas ele ia a sinagoga para ler o rolo,memorizava e saía no caminho ensinando aquilo que já ouvira e aprendera ),mas se não fazem o que os rolos dizem,eles são pecadores que morrerão.
Tg 1: 25 Neste texto Thiago enfatiza que o gentio não tem a torá ,mas é ouvinte dela e que se a fé vem pelo ouvir eles são indesculpáveis de não guardar a lei,pois ela está escrita em seus corações  e eles se tornam bem-aventurados se não apenas ouvir,mas também praticar.
O fato de os não judeus terem conhecimento da lei moral eterna de D”us apresentada na tora é confirmado quando eles passam a ter uma fé explicita e consciente em D’us através do arrependimento e na aceitação da redenção em Yeshua o Messias.
Ele ainda termina o texto dizendo que judeu é aquele que o é interiormente, e circuncisão a que é do coração, no espírito e não na letra. Seu louvor não procede de homens ,mas de D’us.

A lei é para toda a humanidade, pois ela é a vontade de Elohim. A lei de Adonai vem para tirar a lei do pecado do mundo. Existe uma frase que li que diz assim: “Se estamos em pecado a lei nos condena, se estamos em Cristo a lei nos liberta”. D’us justifica o pecado daqueles que crêem nele.Eu ainda não consigo entender porque tantos crentes ficam irritados quando falamos sobre a lei de D’us.A impressão que nos passam é a de que os ensinamentos de D’us são ruins,e que a lei foi dada apenas para o povo de Israel.Mas eu te pergunto,qual o motivo de D’us ter-lhes dado a lei?Porque estamos isentos de viver as mesmas praticas da palavra?A tora é como um espelho.Quando olhamos para ela enxergamos quem somos.Yeshua é a tora.Ele é o reflexo do vivo D’us. Yeshua trouxe a revelação de D’us para os homens,ele pregou a mensagem de D”us ao mundo trazendo o conhecimento do Pai.Tudo o que Yeshua fez veio da parte do Pai,ele revelou ao mundo o seu nome. .Yeshua é tudo o que D’us é,e nós devemos ser tudo o que Yeshua é;e para isso precisamos viver seus mandamentos que é a sua vontade.
A lei é para nos santificar, para nos tornar parecidos com Yeshua. Quando recebemos a sua graça, junto vem um manual de instruções para sermos conduzidos nesta graça,senão a graça torna-se inútil.Não recebemos a graça apenas para ser salvo e ir morar no céu,mas a recebemos para através do arrependimento  ,vivendo na lei do Senhor sermos recebidos no seu reino para juntos com o Mashiach reinarmos na terra ,na nova Jerusalém.A graça não nos foi entregue para sermos e fazermos o que bem entendemos,mas para fazer a vontade do Pai.Yeshua veio para nos mostrar como devemos vivê-la .
A graça nos dá liberdade para matar,roubar,prostituir,mentir,idolatrar,invejar,etc? Claro que não!Pelo contrário... A graça nos responsabiliza a seguir os passos de Yeshua, a sua lei, a sua vontade, espalhando o amor, sendo levados para mais perto dele,sendo salvos.Porém,quando falhamos,erramos e nos arrependemos,o seu amor derramado na cruz nos justifica dos nossos pecados.
Romanos 3: 20 Paulo (Shaul) diz: “Porque por obras da lei ninguém será justificado diante dele; pois é pela lei que vem o pleno conhecimento do pecado”.
Numa outra versão :“PORQUE À SUA VISTA NENHUMA PESSOA VIVA É CONSIDERADA JUSTA “.
 O Termo grego dikaioô, correspondendo ao termo hebraico hatzadik, deve ser entendido em um sentido legal como declarar-se justo ou inocente.Nenhum homem é considerado justo por obras da lei,mas por viver num espírito consciente de que a lei é vivida a partir do arrependimento como fruto de um coração que deseja andar em obediência e agradar a D’us.
“ OUVE A MINHA ORAÇÃO ,ADONAI;DÁ OUVIDOS ÁS MINHAS SÚPLICAS;POR TUA FIDELIDADE,RESPONDE-ME COM TUA JUSTIÇA;E NÃO LEVES O TEU SERVO A JULGAMENTO,POIS,AOS TEUS OLHOS,NINGUEM SERÁ CONSIDERADO JUSTO.”
Davi entendia que nada que ele fizesse poderia justificá-lo como justo,mas sabia que a justiça de D”us vem acompanhada de misericórdia,e que qualquer julgamento que D”us fizesse dele,ainda assim,seria para ele peso de glória.
Somos salvos do pecado e da condenação da maldição da lei.Yeshua pagou o preço da justiça,nos oferecendo através da sua vida entrada no reino de D”us,a qual a lei da obediência é o caminho que devemos trilhar para chegar ao nosso destino final,onde reinaremos juntamente com o Messias.
A torá foi dada para ser obedecida, e D”us espera que as pessoas obedeçam  a ela. Foi por isso que Moisés disse: “Este mandamento que hoje, te ordeno não é demasiado difícil, nem está longe de tua compreensão... esta palavra está muito perto de ti,na tua boca e no teu coração,para a cumprires(Dt 30:11-14).
Concluímos dizendo que a salvação de Yeshua é para todo o que crê e que ele não faz distinção de povos, línguas e nações, mas uma coisa é certa como fala Rm 3:31 “Anulamos, então, a lei pela fé? Não, de modo nenhum! Antes, confirmamos a lei.” O que Paulo queria dizer com isso? Que a nossa fé no Messias, confirma a existência da torá,e que ela é como uma base para caminharmos uma vida justa em fé naquele q
ue é a própria torá,Yeshua Hamashiach.
Emiss. Emely Gomes Assunção Moreira